|   InícioInício   |   Adicione aos FavoritosAdicione aos Favoritos   |   Álbum de ImagensÁlbum de Imagens   |   FórunsFóruns   |   ContactosContactos   |   LoginLogin   |   Mapa do WebsiteMapa do Website   |  

      EN ES FR PT

Início




   Campestris
 Álbum de Imagens
 Contactos
 Serviço de Jardinagem
   Plantas
  Fruteiras
  Arbustos
  Árvores

Newsletter




 


 Prunus lusitanica

Clique para ampliar O Prunus lusitanica (também conhecido como azereiro, gingeira-brava ou loureiro-de-portugal), é uma espécie de cerejeira nativa do sudoeste de França, Espanha, Portugal, Marrocos e Macaronésia (Açores, Madeira e Canárias.

É considerado uma relíquia das florestas de lauráceas que dominavam a área da bacia do Mediterrâneo no Terciário.
Com o fecho do mar a leste, e consequente alteração climática para um ambiente cada vez mais árido, este tipo de florestas recuou e extinguiu-se quase completamente, tendo sobrevivido em apenas alguns enclaves húmidos ou de montanha (como o norte de Portugal e Espanha, a floresta Laurissilva da Macaronésia, as montanhas marroquinas e os Pirinéus franceses e espanhóis. Foi nestes refúgios temperados que esta espécie sobreviveu até aos nossos dias.A espécie foi cientificamente descrita pela primeira vez por Linnaeus no seu Species Plantarum de 1753. O seu restritivo específico lusitanica, refere-se à Lusitânia, o nome romano para a actual área onde se situa Portugal.

Trata-se de um arbusto ou pequena árvore perene, crescendo entre 3 a 15 metros. A casca da árvore é castanho escura. As folhas são alternadas, ovais, entre 7-12 cm de comprimento e 3-5 cm de largura, com o ápice acuminado, pecíolo avermelhado, margens dentadas, coriáceas e de cor verde escura e brilhante na página superior, ligeiramente mais clara na inferior.
São superficialmente semelhantes às folhas do loureiro, o que leva a que sejam por vezes confundidas.
As flores são pequenas (10-15 mm de diâmetro) com cinco pequenas pétalas; são produzidas em inflorescências erectas ou ramificadas com um comprimento entre 15-25 cm, no final da Primavera, início do Verão.
O fruto é uma pequena cereja (drupa) ovóide, com 8-13 mm de diâmetro, verde ou vermelho-esverdeado de início, tornando-se negro-purpúreo ou negro quando amadurece no final do Verão ou início do Outono.
É uma espécie rara na natureza, ocorrendo essencialmente ao longo de riachos e ribeiros de montanha, preferindo zonas ensolaradas e solos húmidos, mas com boa drenagem. É moderadamente tolerante à seca. Reproduz-se sexuadamente (o método mais eficiente) ou assexuadamente através da clonagem de rebentos.


Formato para impressão Voltar ao topo Voltar atrás Enviar por e-Mail     



   Artigos Relacionados

Prunus lusitanica (1,5 L / 40 cm +)
€3,30
Prunus lusitanica (15 L / PAP 8-10)
€46,00



Acrescentar à lista de preferências Acrescentar à lista de preferências
Comentários  Comentários












Download Lista de Preços





   

 

powered by siteMega

©2019 Campestris
www.campestris.com